Últimas Notícias

Nota Oficial: Seropédica diz que crise impede implementação de Plano de Cargos

Capitaneados pelo Sepe, o sindicato da categoria, e a reboque daqueles que até hoje insistem em não reconhecer que foram derrotados nas urnas, algumas dezenas de professores saíram hoje às ruas de Seropédica reivindicando, em síntese, três itens  – PLANO DE CARREIRA, ADIANTAMENTO DO 13º SALÁRIO PARA OS PROFESSORES ATIVOS E ABONO DOS DIAS DE GREVE – de uma pauta sobre a qual a PREFEITURA já se manifestou recentemente. Em respeito aos que, democraticamente, participaram do ato de hoje, a administração municipal reforça que:

A ) Por causa da crise financeira, com reflexos diretos nos repasses dos governos federal e estadual nas cidades fluminenses, a atual administração de Seropédica ainda não tem condições financeiras de implementar a lei que criou, no final do governo passado, o Plano de Carreira, Cargos e Salários. Diante do atual quadro da economia brasileira, técnicos da PREFEITURA estão debruçados numa avaliação do impacto de um hipotético aumento da folha de pagamento nas contas públicas de Seropédica. Tão logo tenha informações novas sobre estes estudos, a Prefeitura irá se manifestar novamente.

B) Não é porque não quer. A Prefeitura ainda não pagou aos professores, como adiantamento, a metade do 13º salário deste ano, como já procedeu com as demais categorias de servidores, porque os professores efetivos são pagos exclusivamente com os recursos do Fundeb. A PREFEITURA já deu esta informação anteriormente, mas não custa repetir: os repasses do Fundeb continuam caindo, estão aquém, portanto, da necessidade que Seropédica tem para mandar pagar o adiantamento do 13º salário também aos nossos mestres. Neste caso, a Prefeitura tem prazo até novembro próximo para fazer cumprir esta determinação legal.

C) O dinheiro da Prefeitura é público, é da população, é do povo. O prefeito não pode mandar pagar por um serviço não realizado. Quem adere a uma convocação de greve deve saber que, sem autorização judicial, sem a cobertura da legislação trabalhista, não existe greve legal. No caso de Seropédica, abonar o ponto dos grevistas da Educação seria desrespeitar a legislação.

 

Veja também

Inscrições abertas para Pronatec Voluntário 2017

O Ministério do Turismo (MTur), em parceria com a Secretaria de Comunicação, Turismo e Eventos …

Secretaria de Educação de Seropédica prepara novos gestores para Escolas Municipais

Os novos diretores escolares da Rede Municipal estão recebendo, durante toda esta semana, o Curso …

Secretária parabeniza equipe de Handebol de Seropédica campeã dos Jogos da Baixada 2017

A Secretária de Educação, Cultura e Esporte de Seropédica, Sônia Oliveira de Souza, e o …