Últimas Notícias

Secretaria de Educação realiza II Encontro Pedagógico de Artes.

Secretaria de Educação realiza II Encontro Pedagógico de Artes.
Foi realizado nesta quinta-feira (10), o II Encontro Pedagógico de Artes, no Auditório da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes da Prefeitura de Seropédica. Este encontro com os Professores de Artes, teve por finalidade estimular a reflexão e práticas no ensino.
Os trabalhos foram realizados pela Coordenadora de Artes da Secretaria de Educação, Stephanie Solrac Silva de Rezende. Para recepcionar os professores foi preparado uma apresentação de pinturas realizadas pelas alunas, Yasmim Lyra, Natalia Souza e Laura, da Palestrante e Professora de Artes, Peter Vean Cohem.
A Coordenadora de Artes Stephanie, falou que convidou a professora de Artes, Peter, para dar uma Palestra Motivacional aos professores de artes do município. Peter falou de sua trajetória como professora e como faz para que seus alunos sejam motivados a gostarem de arte. Ser professor” É sonhar, ousar e acreditar em seus alunos. O mais importante para o professor é ele manter o brilho no olhar. Insatisfeito, ele vai dar uma aula insatisfatória. Ele precisa ser ousado, corajoso e acreditar nele e nos estudantes.”

A história começou com a insatisfação da professora com as suas próprias aulas. Sem saber ao certo o caminho a tomar para que o seu método de ensino ficasse mais eficaz, Peter foi ao cinema. E levou seus alunos junto.

“Esse negócio de ficar escrevendo tudo o que o professor fala entediava a eles e a mim também. Decidi sair daquela mesmice e levar os alunos para ver um filme. Fui à diretora pedir autorização, depois consegui com uma rede, em Nilópolis, apoio para exibição gratuita e, com a Supervia, um vagão exclusivo só para essa nossa aventura. Levamos cem alunos no total, e o mais legal foi saber que só dois deles já tinham ido a um cinema. Aquilo era novidade para quase todos”, lembra Peter.

A experiência extraclasse foi tão bem-sucedida que o colégio começou a promover outros passeios culturais. Peças de teatro, shows e exposições foram os novos destinos. E a emoção dos alunos, ao conhecer diferentes maneiras de expressar arte, foi estimulante. Tanto que Peter, que também é bailarina, decidiu compartilhar seus conhecimentos na dança com eles.

“Dava aula de jazz e balé. Mas, com o aumento do número de alunos no colégio, acabei perdendo a sala, em que ensaiávamos. Mas não fiquei parada. Fui capacitar em outra atividade”, conta.

Num curso de pintura, Peter dava os primeiros riscos do que viria a se tornar o projeto Multiarte. Tudo o que ela aprendia nas aulas num ateliê, ela repassava aos alunos. A brincadeira, que começou com guache, virou coisa séria, ganhou tinta óleo e reconhecimento público.

“Na primeira exposição que fizemos, na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), de Japeri, foi um sucesso. Vendemos todos os quadros. E o melhor: a verba não foi para a direção da escola nem para a professora. O dinheiro foi todo para os alunos, que produziram as peças. O segundo evento que participamos foi no ateliê em que fiz o curso de pintura. Lá, também vendemos todos os quadros. Fiquei muito orgulhosa” comenta a professora, que, após muitas outras conquistas com o projeto, ganhou um espaço para formar novos artistas plásticos.

“Ficamos em primeiro lugar numa importante premiação da Marinha, na categoria infanto-juvenil. E adulta, em que eu e uma aluna minha disputamos, ela ficou em terceiro lugar e eu não ganhei medalha alguma. O que eu ganhei vale muito mais do que qualquer medalha. Lançamos um livro sobre Japeri, recentemente, o governo do estado nos cedeu um local, onde hoje funciona o Ateliê Professora Peter Jean Cohen. Uma grande conquista para Japeri” comemora.

Com o espaço, Peter não para de formar talentos. Seus alunos já conquistaram os primeiros lugares em premiações na República Tcheca e na China. Para ela, o resultado desse trabalho, que começou com uma ida ao cinema, parece um conto de fadas.

“É muito bom ver alunos, recebendo dinheiro por suas obras e ajudando os pais nas compras de casa. Parece história de filme, mas é o limite da conquista sendo alcançado por um sonho”. Destaca Peter Vean Cohem.

No fim da Palestra foi sorteado algumas copias de pinturas famosas, como de Cândido Portinari, entre outras pinturas.

 

Veja também

EDITAL N.º 016/2018 – SMECE EDITAL DE CONVOCAÇÃO DO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL N.º 009/2018

EDITAL N.º 016/2018 – SMECE EDITAL DE CONVOCAÇÃO DO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL N.º 009/2018 …

Siga Firme nesta oportunidade

Relacionado

EDITAL N.º 015/2018 – SMECE EDITAL DE CONVOCAÇÃO DO PROCESSO SELETIVO 2018

EDITAL N.º 015/2018 – SMECE EDITAL DE CONVOCAÇÃO DO PROCESSO SELETIVO 2018   Relacionado